Sindicato entrega pauta de reivindicações ao governo municipal

0
116

O Sindicato dos Servidores Municipais entrega na manhã desta segunda-feira, 11 horas, dia 4 de março, a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2013 ao governo municipal.
A pauta de reivindicações foi montada durante todo o mês de fevereiro, em assembleias setoriais, realizadas na sede da entidade que representa os servidores, e aprovada, por unanimidade, no último dia 28 em assembleia geral da categoria.
A categoria reivindica 12,06% de reajuste salarial, sendo o percentual de 6.63% de reposição da inflação – referente ao índice INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) -, mais 5,43% índice baseado no aumento da arrecadação orçamentária da Prefeitura de Ribeirão Preto sobre as receitas líquidas. Além do reajuste salarial, há outros itens econômicos, itens gerais e itens específicos de cada setor da Prefeitura.
No encontro o Sindicato também vai apresentar ao governo municipal seis mil requerimentos assinados pelos servidores reivindicando o pagamento do prêmio incentivo, no percentual de 47%, como é pago aos servidores do Sassom.
Confira as reivindicações referentes aos itens econômicos:
– Recomposição salarial do exercício de 2012, no percentual de 6.63%, observando-se o índice do INPC, mais o aumento da arrecadação orçamentária sobre as receitas líquidas, no percentual de 5,43%, totalizando o percentual de 12.06%, a ser aplicado aos vencimentos mensais integrais a partir de 1° de Março de 2013;
– Equiparação do valor atual do vale alimentação ao valor do salário mínimo vigente no país, no importe de R$ 678,00, a partir de 1° de Março de 2013;
– Aplicação do índice do Vale Alimentação, no importe de 33%, na Cesta Básica Nutricional (pago aos aposentados e pensionistas), passando para R$ 135,66, a partir de 1° de Março de 2013;
– Extensão do programa de pagamento da licença prêmio aos trabalhadores que possuem seus direitos fora do cronograma oficial;
– Pagamento, por isonomia, do Prêmio Incentivo da mesma forma como é pago aos servidores do Sassom, em decorrência de decisão judicial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui