Sindicato conquista o pagamento de insalubridade para os Agentes Comunitários de Saúde

0
120

Em uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (17 de agosto) o governo municipal fez uma proposta para o pagamento do adicional de insalubridade para os Agentes Comunitários de Saúde, atendendo uma cobrança feita pelo Sindicato dos Servidores.

O pagamento da insalubridade para a categoria foi acordado na data-base deste ano, mas a prefeitura ainda não estava cumprindo o acordo com a alegação de falta de dinheiro. Depois das cobranças feitas pelo Sindicato e pelos trabalhadores, o governo fez uma proposta para o pagamento da insalubridade a partir do mês de outubro. Os sete meses retroativos ao acordo feito na data-base serão pagos a partir do mês de janeiro de 2016. A proposta foi aceita por cerca de 100 agentes comunitários de saúde que participaram da reunião. Os trabalhadores, filiados ao Sindicato, serão beneficiados com o pagamento da insalubridade. A prefeita Dárcy Vera chegou com a reunião já em andamento e também participou do anuncio do pagamento da insalubridade.

“Era uma luta que já havíamos vencido, porém a prefeitura ainda não estava pagando aos trabalhadores o que era por direito deles. Agora encerramos de vez esse assunto com a data de outubro para o início do pagamento do adicional de insalubridade. Vale ressaltar que os trabalhadores não terão nenhum prejuízo, pois o retroativo também será pago a partir de janeiro do próximo ano. Foi uma luta pesada, mas a vitória dos servidores foi consolidada. Parabéns a categoria que se mostrou unida e acreditou no Sindicato durante toda a negociação”, ressalta o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

“Existia uma questão técnica que emperrava o pagamento da insalubridade aos agentes comunitários de saúde. Mostramos ao governo que eles têm o direito de receber e superamos as dificuldades. A vitória foi fruto da união dos trabalhadores e do trabalho feito pelo Sindicato. Todos os servidores que estavam presentes concordaram com o início do pagamento em outubro deste ano e o pagamento do retroativo a partir de janeiro de 2016. Foi, sem dúvida, mais uma grande vitória para os servidores. O Sindicato mais uma vez cumpre seu papel de defesa dos direitos da categoria”, avalia a coordenadora da Seccional da Saúde do Sindicato, Débora Alessandra.

“A proposta feita pelo governo atende às necessidades dos trabalhadores. Há muitos anos os servidores esperavam pelo pagamento da insalubridade. Finalmente o governo cumpriu uma promessa e vai pagar aquilo que é direito nosso, pois a gente trabalha em áreas de risco e vivemos e em situação de risco. Valeu a pena a greve que fizemos na data-base e que agora vamos receber o que é nosso por direito”, finaliza a agente comunitária de saúde, Denise Furlan. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui