Sindicato comanda mobilização contra atraso no pagamento de aposentados e pensionistas e ingressará com medida judicial

0
64

Depois que o Governo Municipal confirmou oficialmente, em reunião com o Sindicato e uma comissão formada por cinco servidores aposentados, que o pagamento dos benefícios do aposentados e pensionistas será realizado apenas no dia 08 de janeiro de 2019, a direção da entidade reuniu-se com o Departamento Jurídico da Entidade e definiu pelo ingresso de uma medida judicial para que se cumpra a legislação vigente em Ribeirão Preto que determina que o pagamento dos servidores inativos e pensionistas seja realizado no penúltimo dia útil de cada mês e os servidores tenham prioridade no pagamento.

foto interior prefeitura

“Como o Governo confirmou oficialmente que não tem o dinheiro para pagar os aposentados e pensionistas, não nos resta outra alternativa a não ser ingressar com uma medida judicial para que a Prefeitura faça o repasse ao IPM e desta forma o Instituto pague os servidores inativos e os pensionistas. Se o IPM não tem o recurso, a obrigação passa a ser da Prefeitura e ela não pode fugir de suas obrigações”, diz o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

A superintendente do IPM, Maria Regina Ricardo, confirmou que é necessário um repasse de R$ 25 milhões para que a folha seja quitada.

ipm foto

Ato contra o atraso

Diante da informação de que o IPM atrasaria o pagamento dos benefícios dos aposentados e pensionistas, o Sindicato dos Servidores comandou um ato contra o atraso na manhã desta quinta-feira (27). O protesto que teve início na sede do IPM e terminou no Palácio Rio Branco (Prefeitura), quando o governo confirmou que fará o pagamento no dia 08 de janeiro de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui