Reunião define pagamento de horas-extras para servidores da Cultura

0
127

Em uma reunião realizada na manhã de sexta-feira, dia 4 de setembro, entre o Sindicato dos Servidores e os Secretários da Cultura e de Governo, Alessandro Maraca e Marcus Berzoti, respectivamente, ficou definido que a partir de agora as horas-extras dos trabalhadores da Secretaria da Cultura serão pagas em pecúnia, como foi acordado na data-base deste ano.

Foi estabelecido que os servidores que trabalharem além da sua jornada, e aos finais de semana, receberão pelos serviços prestados à pasta.

“Há muitos anos os funcionários da Cultura esperavam por este pagamento. Os trabalhadores da pasta possuem uma particularidade, pois os eventos culturais acontecem, em sua maioria, nos finais de semana e em período noturno. Era mais do que necessário valorizar estes trabalhadores que desempenham uma função importante em nossa cidade. Agora esse problema antigo foi resolvido”, diz a coordenadora da Seccional da Cultura do Sindicato, Cláudia Torres.

“O secretário da pasta (Maraca) vai encaminhar para o governo as horas-extras feitas pelos trabalhadores e nós efetuaremos os pagamentos. Como a Cultura trabalha com uma agenda previamente estabelecida, os secretário poderá passar pra gente até mesmo a previsão da realização de horas-extras. Assim facilitará pra gente se organizar e pagar o que é direito do servidor. Foi um acordo estabelecido na data-base deste ano e o governo cumprirá com o acordado”, afirma o secretário de Governo, Marcus Berzoti.

Carro para a Secretaria

Durante a reunião o Sindicato dos Servidores também cobrou do Secretário de Governo a aquisição de um veículo para a Secretaria da Cultura. Um novo veículo para a pasta, que conta com apenas um carro, muito antigo e em condições precárias, também foi acordado na data-base dos trabalhadores.

“A aquisição de um novo veículo foi acordado na data-base. As informações que nós temos é de que o único carro da Secretaria da Cultura está em condições deploráveis. Não é luxo e sim uma necessidade urgente da pasta. O secretário de Governo se comprometeu a entrar em contato com outras Secretarias para saber da possibilidade de alguma delas disponibilizar um veículo em bom estado para a Cultura. Em breve teremos uma resposta, e queremos que seja positiva, sobre este assunto”, ressalta o diretor do Sindicato, Valdir Avelino. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui