Nota do Sindicato dos Servidores sobre a greve

0
94

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto lamenta que a nova Administração do município busque, em seu primeiro ato relevante em relação aos servidores, os meios jurídicos para não pagar o que é direito da categoria: os salários do mês de dezembro.

A entidade ainda reitera que a greve deliberada pelos trabalhadores durante assembleia geral da categoria no dia 02 de janeiro, segue a legislação bem como o estatuto dos servidores. Além do mais, é um direito constitucional do trabalhador brasileiro.

O cenário da agravante crise financeira que Ribeirão enfrenta atualmente não pode ser usada como justificativa em uma cidade que obtêm uma das maiores arrecadações do interior de São Paulo. O Sindicato ainda entende que o governo de Ribeirão Preto não deveria judicializar uma discussão que jamais poderia ocorrer, por conta da obrigação patronal de pagar o que é direito dos trabalhadores como os salários.

Pedir compreensão, como sugeriu o governo em nota divulgada à imprensa, não é compreensivo para milhares de trabalhadores que vivem de seus vencimentos e que hoje enfrentam sérios problemas de subsistência por conta de uma má administração.

O Sindicato informa que a greve, aprovada em assembleia pelos trabalhadores no início da noite do dia 2 de janeiro, está mantida para a zero hora de sexta-feira, dia 6.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui