Movimentos sociais e sindicais lançam plebiscito contra privatização da Sabesp, Metrô e CPTM

0
743

Uma urna fixa ficará na sede do Sindicato para que nossos servidores e os demais interessados possam participar do plebiscito

No dia 05 de setembro diversas entidades sindicais e sociais manifestaram apoio à luta contra a privatização da Sabesp, Metrô e CPTM. Foi o ato de lançamento do plebiscito contra a privatização dos serviços essenciais que, durante um mês, vai dialogar com a população e alertar para os prejuízos do projeto privatista do governador Tarcísio de Freitas.

Para o presidente da CTB-SP, Renê Vicente, é prioridade dialogar com a sociedade e ganhar apoio de todos os setores na luta contra a privatização. “Esse plebiscito tem como principal intuito dialogar com o povo do estado de São Paulo. Mostrar a importância desses serviços públicos. No caso da Sabesp, que pratica a importante política do subsídio cruzado, que é uma socialização do saneamento, e que tende a acabar com a privatização”, disse o presidente.

“A política do estado mínimo faz parte de algo mais amplo para acabar com os serviços públicos de qualidade e cobrar mais por menos serviços ofertados. Estamos mobilizados e vamos fazer o enfrentamento”, afirma a secretária geral do Sindicato e vice-presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no estado de São Paulo (CTB-SP), Jacira Campelo.

“Muitos podem pensar que esta luta não é nossa, mas é, sim! Se não mostrarmos a força dos trabalhadores no enfrentamento à privatização, é uma questão de tempo para ela chegar também em nossa cidade. Aqui sempre combatemos com veemência a privatização e estamos também nesta luta estadual. Foi o estado quem garantiu saúde, educação, vacina, acolhimento à população durante a pandemia. É preciso investir cada vez mais no serviço público e não entregá-lo nas mãos de quem visa apenas o lucro”, ressalta o presidente do nosso Sindicato, Valdir Avelino.

SERVIÇO

Plebiscito contra a privatização da Sabesp, Metrô e CPTM, de 5 de setembro a 4 de outubro. Participe! Você, trabalhador, pode participar desta consulta deixando sua opinião na urna que está disponibilizada na sede do Sindicato, rua Onze de Agosto, 361 – Campos Elíseos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui