Denúncia do Sindicato surte efeito e veículos sucateados começam a ser retirados da Secretaria de Infraestrutura

0
66

Local ficou conhecido como cemitério de veículos da prefeitura

Depois da denúncia feita pelo Sindicato dos Servidores à imprensa de Ribeirão Preto em março deste ano (veja a denúncia), o secretário da Infraestrutura, Luís Eduardo Garcia, confirmou na manhã de sexta-feira (28), durante reunião com a diretoria da entidade, que os veículos sucateados que estavam abandonados nas dependências da pasta já começaram a ser retirados. O “cemitério de veículos” (como foi chamado pelo Sindicato) é antigo e trazia diversos riscos aos trabalhadores da Infra e aos moradores das proximidades. Foi confirmado ao Sindicato que os carros, tratores, peruas, caminhões, motocicletas, ambulâncias, pertencentes a diversas Secretarias e Autarquias de Ribeirão Preto, foram leiloados e vendidos. O amontoado de sucatas era considerado criadouros do mosquito Aedes Aegypti, assim como  verdadeiros berçários de animais peçonhentos. O secretário informou que a intenção é retirar todas as sucatas do pátio da Infra até o final do ano.

038_2

“O secretário nos trouxe a informação de que a desocupação do pátio da Infra de toda aquela sucata já iniciou-se e nós pudemos constatar que uma parte já está sendo limpa. Agora, a garantia que nos foi dada é de que todos os veículos sucateados serão retirados até o final deste ano, o que trará mais qualidade de vida aos servidores da pasta e aos moradores da redondeza”, comentou o professor e vice-presidente do Sindicato, Donizeti Ap. Barbosa.

Uniformes e EPIs

Durante a reunião com o secretário da Infraestrutura, a direção do Sindicato também cobrou investimentos na pasta. Luís Eduardo Garcia confirmou que um processo de licitatório foi aberto para a compra de uniformes e Equipamentos de Segurança Individual (EPIs) para os trabalhadores.

“É importante que os trabalhadores saiam a campo uniformizados e devidamente identificados. Isso é bom para o servidor e bom para a população que pode reconhecer o trabalhador municipal”, revelou o coordenador da Seccional da Infra, Geovani Martins.

“Equipamentos de segurança são fundamentais para que o trabalhador exerça suas funções com competência e tranquilidade. Vamos ficar atentos a essa situação para garantir que tantos os uniformes quantos os EPIs sejam adquiridos o mais rápido possível”, finalizou Valdir Avelino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui