Dengue um caso de todos

0
118

Por Valdir Avelino
Secretário Geral do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto e Guatapará

Ribeirão Preto vem colecionando resultado negativo na saúde publica. Recentemente os veículos de comunicação informaram que até o momento foram confirmados mais de cinco mil casos de dengue em nossa cidade, somente nesse ano.
Bairros tradicionais e populosos enfrentam uma crise silenciosa e perigosa com essa doença. E a população inerte com os resultados positivos ajuda a Ribeirão pontuar no cenário estadual como uma das cidades com mais casos positivos.
A falta de higiene e a morosidade da administração pública em apresentar uma campanha maciça de enfrentamento à doença têm gerado a acomodação da sociedade, que por sua vez espera do órgão publico soluções. Por outro lado, os trabalhadores vêm discutindo há anos um planejamento de qualidade nesse setor, pois a falta de condições de trabalho e equipamentos que deveriam dar seguranças aos trabalhadores e trabalhadoras não passam meras propagandas visuais de investimento em nossos carnês de IPTU.
Esses valorosos trabalhadores desempenham suas funções sem as mínimas condições necessárias para o desenvolvimento de um atendimento de qualidade à nossa população.
Imagina, chegamos ao absurdo de termos em nosso estoque máscaras de proteção que são lavadas. Esse procedimento é até permitido, mas tem que se observar que há uma quantidade de reuso, ou seja, lavagem. Com isso, a saúde dos trabalhadores corre risco.
Não temos garantido a integridade física e do labor desses profissionais que estão sujeitos a mordeduras de animais caseiros, a violência por parte de moradores que não permitem a entrada nas residências para efetuar suas funções.
Direitos e avanços solicitados não são concedidos como, por exemplo, os dos companheiros carteiros que possuem vestuários leves, gratificações especificas para o setor, insalubridade com alta periculosidade e com certeza com um investimento por parte de seu patrão no caso o governo federal que investe na divulgação da presteza e desempenho por essa atividade no estado.
Nesse momento temos que unir com a sociedade, as organizações civis e principalmente com nossos vereadores que aprovaram recentemente uma CEE – Comissão Especial de Estudo para analisar que fatos imagináveis estão causando a elevação do índice de casos de dengue em nossa cidade.
O Sindicato dos Servidores estará presente como sempre fez em sua luta, unindo os poderes para buscar uma solução para os trabalhadores e a sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui