Trabalhadores vivem momentos de pânico em assalto na UBS – Jardim Paiva

0
140

Cerca de dez trabalhadores viveram momentos de pânico durante um assalto ocorrido no início da tarde de quinta-feira, 29, na Unidade Básica de Saúde Dr. Álvaro de Oliveira Paiva, no Jardim Paiva. De acordo com relatos dos servidores, cinco homens armados com faca invadiram a UBS por volta do meio dia, horário de almoço dos funcionários, e renderam os trabalhadores que estavam na unidade. Diante de muitas ameaças, inclusive de agressão, os bandidos levaram correntes, anéis, relógios, alianças e um celular. Os funcionários contaram que a ação toda durou aproximadamente cinco minutos, mas com muita pressão por parte dos assaltantes. “A todo momento eles ameaçavam a gente, dizendo que se não entregássemos os bens pessoais iriam machucar todos. Teve uma funcionária que teve dificuldade de tirar a aliança e um dos homens ameaçou de cortar o dedo dela, foi horrível!”, contou uma servidora que teve uma corrente roubada e não quis ser identificada.

De acordo com os funcionários, a Unidade já foi furtada em outra ocasião, mas assalto a mão armada é a primeira vez. A categoria tem medo que o fato vire uma rotina no local de trabalho. O Diretoria Atuante do Sindicato constatou que a UBS – Jardim Paiva não conta com a presença de vigias no período diurno e nem com monitoramento por câmeras, o que tornará quase impossível o reconhecimento dos bandidos.

foto assalto paiva

“Até quando a administração municipal vai virar as costas para os trabalhadores? Será que eles estão esperando o pior acontecer, como uma morte, para tomar qualquer providência? Vigia a noite é importante para cuidar dos bens materiais da prefeitura, mas vale ressaltar que o maior bem de uma cidade é o seu cidadão. O servidor é o maior bem de Ribeirão Preto e ele não está recebendo o cuidado necessário. Há muito tempo o Sindicato vem alertando o governo sobre como os trabalhadores estão fragilizados, a mercê de ações de bandidos, porém nada é feito. Sabemos que este governo já chegou ao final, no entanto, queremos que o próximo olhe com mais atenção para o funcionalismo”, ressalta a diretora do Sindicato, Elizete Flosino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui