29 anos do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis FEMESP - Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado de São Paulo CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Filie-se
NOTÍCIAS DO MINUTO

A inadiável agenda da infraestrutura



*Por: Laerte Carlos Augusto - Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis

A infraestrutura é um setor chave para o desenvolvimento dos municípios brasileiros. Crucial para o presente e para o futuro de Ribeirão Preto, a infraestrutura municipal vem seguindo um caminho tortuoso nos últimos anos. A perda de capacidade de atuação do setor público nesta área tão impor­tante afeta a todos, tornando o município incapaz de traba­lhar pela melhora na qualidade de vida da população.

Criou-se em Ribeirão Preto um gravíssimo quadro caracterizado por grande demanda de infraestrutura, mas com escassez de servidores públicos e condições de trabalho adequadas. Os gestores, nos últimos anos, tem buscado a exe­cução de projetos de infraestrutura, sobretudo por meio de parcerias, mas não encontram parcerias de qualidade e nem investidores privados dispostos a financiar obras de interesse social.

Ribeirão Preto é uma cidade com vocação comercial e centro de excelência na prestação de serviços. Mas a perda da infraestrutura do município tem se revelado como a perda do poder de competição, com enorme elevação de custos para todos que aqui vivem e trabalham. E essa é apenas uma das consequências invisíveis do mau planejamento, do pouco investimento, da desvalorização do serviço público municipal de qualidade.

Sem infraestrutura o que temos é uma cidade cada vez mais desigual, uma aglomeração urbana desordenada e, porque não, descuidada por sucessivos governos. Apesar das reiteradas promessas dos governantes em cumprir a meta de universalização dos serviços de infraestrutura, o avanço nessa área tem sido cada vez mais lento ou inexistente. Esta falta de atenção e investimentos obriga um número cada vez maior de ribeirão-pretanos viver em condições desfavoráveis em um dos maiores e mais ricos aglomerados urbanos do País.

Não há como pensar em desenvolvimento econômico e em competitividade para Ribeirão Preto sem muito inves­timento em infraestrutura. E investir, com maturidade e sabedoria em infraestrutura, é ampliar o número de servido­res concursados, valorizar as carreiras destes trabalhadores e oferecer condições de trabalho modernas e adequadas.

Por tudo isso, o Sindicato dos Servidores Municipais vem insistindo nos assuntos e anseios que compõe uma estraté­gica e inadiável agenda da infraestrutura urbana. No nosso entendimento, não há como se enfrentar as precariedades da vida urbana sem a valorização da infraestrutura. A saída para desatar este nó que asfixia o crescimento, o desenvolvimento e o bem-estar da cidade (e na cidade), está no fortalecimento da infraestrutura municipal. Sem essa valorização Ribeirão Preto continuará sendo uma potencia negligenciada.



Compartilhe:


Últimos Twittes

  • Reunião com os beneficiários do Processo dos 28,35.
  • Diretoria do Sindicato conversa neste momento com os trabalhadores do DAERP. A liminar proibindo os servidores da... https://t.co/wE3n31kmXt
  • O cardápio do Baile dos Servidores deste ano já está definido e ficou uma delícia. Confira! https://t.co/rWCO76N68w

Facebook

Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto e Guatapará - 2011
Fale Conosco | Rua XI de Agosto, 361 - Campos Elíseos - Ribeirão Preto - SP - Fone: (16) 3977-8100