29 anos do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis FEMESP - Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado de São Paulo CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Filie-se
NOTÍCIAS DO MINUTO

Depois de intervenção do Sindicato audiência vira palestra e entidade participa de debate sobre o IPM



Depois da intervenção feita pelo Sindicato, contra a realização de uma audiência pública para debater o Instituto de Previdência dos Municipiários (IPM) sem a presença maciça da categoria, o evento tornou-se uma palestra pública

 

O Sindicato dos Servidores Municipais participou na manha desta quinta-feira (02), na Câmara Municipal, da palestra pública sobre a sustentabilidade do Instituto de Previdência dos Municipiários (IPM) de Ribeirão Preto. Para debater o tema de extrema importância para os trabalhadores foi trazida a mesa a professora doutora Diana Vaz de Lima, pesquisadora no tema e docente de contabilidade pública e setor previdenciário da Universidade de Brasília (UNB).

"Nós ficamos preocupados quando chegou ao nosso conhecimento que seria realizada uma Audiência Pública para discutir uma questão tão relevante para o funcionalismo como o IPM. Naquele momento encaminhamos um oficio ao presidente da casa, o vereador Igor Oliveira, e ele acabou entendendo nossas ponderações", explicou o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

Facebook (8)

Atendendo ao pedido do Sindicato o que antes era Audiência passou a uma Palestra Pública, sem o poder de definir deliberações e ocorrida apenas com intuito informativo e de discussão do tema. "Uma Audiência Pública sem a participação do funcionalismo sobre um assunto que é muito importante para nossos trabalhadores seria, ao nosso entender, muito prejudicial. Subtrai o direito democrático de participação da categoria", ressaltou Carlos Augusto.

 

Especialista prega o debate entre as partes

Especialista no tema, a professora doutora Diana Vaz de Lima esclareceu durante sua fala os pormenores e fatores relevantes envolvidos no estabelecimento e manutenção de sistemas de previdência. "A previdência é algo interessante porque ela envolve um pacto intergeracional. Então é o seguinte, eu tenho uma comunidade, eu tinha uma dinâmica funcionando e agora eu tenho outra. Se eu não faço mudanças nesse contrato de tempos em tempos ele fica desajustado, que é o que vem acontecendo com a gente. Então esse contrato tem que ser repactuado", disse a especialista referindo-se a conservação dos regimes próprios de previdência.

A especialista ainda destacou a necessidade do diálogo aberto e claro sobre o assunto para que não haja ônus a nenhuma das partes. "Concordo que nós não devemos pesar a régua só para o lado do servidor, nós precisamos buscar alternativas de gestão, mecanismo de governança.. tem que ter. Agora, nada disso adianta se vocês não sentarem de uma forma racional e colocarem a questão na mesa. Nos municípios onde Sindicato, Câmara, Prefeitura e unidade gestora não conversaram, não se alinharam e deixaram a corda arrebentar, a corda arrebentou", ponderou a professora doutora.

Facebook (14)

O Sindicato continua acompanhando e participando de toda discussão acerca do IPM, e principalmente defendendo o patrimônio do servidor. "O Sindicato participou de forma efetiva da palestra, que foi bastante produtiva, agradecemos imensamente a contribuição da professora Diana. Nós entendemos que um novo encontro para tratar o tema, como uma Audiência por exemplo, é bem vindo, desde que conte com a presença dos servidores", finalizou o presidente.

Facebook (11)



Compartilhe:


Últimos Twittes

  • Reunião com os beneficiários do Processo dos 28,35.
  • Diretoria do Sindicato conversa neste momento com os trabalhadores do DAERP. A liminar proibindo os servidores da... https://t.co/wE3n31kmXt
  • O cardápio do Baile dos Servidores deste ano já está definido e ficou uma delícia. Confira! https://t.co/rWCO76N68w

Facebook

Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto e Guatapará - 2011
Fale Conosco | Rua XI de Agosto, 361 - Campos Elíseos - Ribeirão Preto - SP - Fone: (16) 3977-8100