29 anos do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis FEMESP - Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado de São Paulo CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Filie-se
NOTÍCIAS DO MINUTO

Servidoras têm pertences roubados dentro de UBS na zona Norte



Homens invadiram o local, renderam as funcionárias e levaram celulares e alianças

 

Servidores da UBS Adalberto Teixeira Andrade, na Vila Recreio, estão assustados. Na tarde da última quarta-feira (2) eles foram surpreendidos por dois homens armados, que invadiram a Farmácia do local e levaram pertences de duas funcionárias. O crime ocorreu logo após o fim do turno do agente de segurança que atua na unidade e mais uma vez evidencia um problema crônico nos locais de trabalho por toda a cidade: a falta de segurança.

De acordo com as vítimas, os homens chegaram no balcão da Farmácia por volta das 17h10, momento em que um idoso retirava medicação. Armado, um deles exigiu das funcionárias a entrega de celulares e aliança. Com a negativa de uma das servidoras, o segundo homem pulou a janela do local e dentro da Farmácia pegou o telefone da vítima e um outro aparelho que estava sobre uma mesa.

A servidora, que inicialmente recusou-se a entregar o aparelho celular, relata ainda que foi ameaçada por um dos suspeitos, "por ter mentido, merecia um tiro na cara" teria dito o homem. Ambas as vítimas contam que toda ação aconteceu de forma bastante rápida e que estão assustadas após o ocorrido.

A UBS Piloto – como é conhecida a unidade – conta com um agente de segurança que trabalha até às 17h, porém o expediente por ali encerra-se somente às 19h. "Ou seja, são duas horas em que os trabalhadores da unidade ficam desprotegidos e a mercê de qualquer situação, ontem, por exemplo, foi um assalto", explicou Debora Alessandra, coordenadora da Seccional da Saúde do Sindicato dos Servidores Municipais. Para ela a administração precisa voltar os olhos para o problema da segurança e lembrar que, além dos espaços, estão em risco vidas, tanto dos servidores, como da população em geral.

"Ficam tentando economizar em coisas que deveriam ser tidas como prioridade. Investimentos em segurança, saúde, educação, não deveriam ser tratados como mercadoria, são essenciais", completou.

UBS1

Segundo servidores, o local não possui câmeras de segurança e esse já é o terceiro crime do tipo registrado na unidade dentro do período de 18 meses. Da última vez as vítimas foram os servidores responsáveis pela Sala de Vacinas, que também foram surpreendidos após o fim do turno do segurança. "Os criminosos parecem já conhecer a rotina do posto e isso expõe a fragilidade das condições de trabalho a que nossos servidores são submetidos todos os dias", pediu Alessandra.

Ribeirão Preto já registrou este ano inúmeros casos de roubos e furtos em próprios públicos como escolas, creches, poços do Daerp e outras unidades de saúde. Por parte dos servidores a solicitação é uma só: atenção a segurança.

"Não queremos o servidor assustado, com medo. Pelo contrário, é nossa luta diária: que o funcionalismo tenha tranquilidade e prazer em trabalhar. Vamos, mais uma vez, reforçar nosso pedido ao secretário por segurança nas unidades de saúde e continuar atentos aos locais em que os trabalhadores são colocados em risco todos os dias. Servidor não tem que trabalhar com medo e preservar a integridade do funcionário é o mínimo que o governo precisa fazer", finalizou Laerte Carlos Augusto, presidente do Sindicato.



Compartilhe:


Últimos Twittes

  • Reunião com os beneficiários do Processo dos 28,35.
  • Diretoria do Sindicato conversa neste momento com os trabalhadores do DAERP. A liminar proibindo os servidores da... https://t.co/wE3n31kmXt
  • O cardápio do Baile dos Servidores deste ano já está definido e ficou uma delícia. Confira! https://t.co/rWCO76N68w

Facebook

Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto e Guatapará - 2011
Fale Conosco | Rua XI de Agosto, 361 - Campos Elíseos - Ribeirão Preto - SP - Fone: (16) 3977-8100